.




Foto: Divulgação
                            
.
.

Familia de Itatira (CE) está desesperada procurando rapaz desaparecido em São Paulo


Domingo, 7 de outubro de 2018
  Atualização: 04:38

Um rapaz de Itatira está há mais de uma semana desaparecido em São Paulo. A família e amigos estão desesperados sem saber informações sobre sua localização. Jadson Pereira de Sousa, de 20 anos, foi visto pela ultima vez na Rodoviária do Tietê na capital paulista, aguardando um ônibus para retornar ao município de Itatira. Mas ele não embarcou. Desde então, amigos, familiares e internautas têm se mobilizado para tentar encontrá-lo em um caso de desaparecimento cercado de mistérios que está comovendo toda a população do municipio de Itatira. "Mim perdoa mãe vão mim matar”, postou o jovem de Itatira no Facebook antes de desaparecer na rodoviária.
.
. .
. .
. .

Qualquer informação sobre o rapaz pode ser feita ligando ou enviando um WhatsApp para o número: 88 98151 3159. As informações serão repassadas para a policia paulista que está investigando o caso.

A família do jovem, que reside no Conjunto Velho do distrito de Lagoa do Mato, está angustiada e desesperada. Eles também precisam de ajuda para ir até São Paulo procurar o itatirense tendo em vista não existe ninguém da família que possa ajudar nas buscas. Sua mãe, Maria Elidia Pereira de Sousa, de 46 anos, vive a base de remédios e não se alimenta direito. Preocupada, ela já desmaiou, bateu com a cabeça no chão e teve que ser socorrida para o posto de saúde local.

“Meu filho sempre foi um homem trabalhador, desde muito jovem buscava serviços em tudo que era lugar”, acrescenta emocionada a mãe de Jadson, que é conhecida na comunidade como dona Miúda. “Nenhuma mãe queira passar essa dor sem saber o paradeiro de seu filho. Sem saber se está se alimentando, onde está dormindo. Peço a Deus que proteja meu filho onde ele estiver”, diz a agricultora. O pai de Jadson, Isac Gonçalves de Sousa, de 46 anos, afirma que o filho nunca se envolveu com trafico e nem era usuário de drogas. “É uma pessoa honesta”, diz o senhor.

A irmã de Jadson, Francisca Mirislena Pereira Sousa Ferreira, de 28 anos de idade, tenta viajar para São Paulo para procurar o rapaz. “Quero viajar para São Paulo para procurar meu irmão, pois não tem ninguém da família lá que possa ajudar a policia nas buscas, mas estamos sem dinheiro para pagar os custos da viagem”, diz Mirislena. A família faz um apelo por ajuda para pagar os custos da passagem e a locomoção nos dias de buscas pelo itatirense na capital paulista. Quem poder ajudar pode entrar em contato com o número ou pelo WhatsApp
88 98151 3159. .

Jadson viajou para São Paulo no inicio de agosto. Ele decidiu junto com um colega tentar a vida em São Paulo. “Estava muito feliz porque ia vender amendoim nas praias de lá. Falou que ia ganhar entre 50 a 100 reais por dia, dependendo das comissões”, conta o pai seu Isac. Depois que chegou em São Paulo, o jovem ligava todo dia para os familiares e estava morando na casa de seu chefe na cidade de Ubatuba, no interior de São Paulo. No início ele gostou do serviço vendendo amendoins nas praias do litoral paulista, mas depois decidiu voltar para Itatira com saudade da família.

No sábado (29), por volta de 20h, ele deixou Ubatuba e chegou na Rodoviária do Tietê por volta das 3h da madrugada. O ônibus que iria trazê-lo de volta ao Ceará passou no inicio da manhã de domingo (30), mas o motorista não encontrou o itatirense.

“Mim perdoa mãe vão mim matar”

Dona Miúda vive a base de remédios desde que o filho despareceu. “Alguma coisa aconteceu com meu filho que está impedindo ele de pedir ajuda. Não sei se foi sequestrado, se está em cárcere privado”, diz senhora conhecida na comunidade como dona Miúda.

A ultima postagem feita no perfil do Facebook do itatirense as 4h da madrugada de terça-feira (2) dizia: "Mim perdoa mãe vão mim matar”. Assim como todos da familia, o pai de Jadson, Isac Goncalves de Sousa, vive abatido sem informações do jovem. “Ele postou essa mensagem no Facebook e isso nos deixa muito angustiados”, diz seu Isac se referindo a mensagem postada na rede social do filho provavelmente quando o jovem ainda estava dentro da rodoviária.

O chefe de Jadson e colegas de trabalho começaram a fazer mutirão pelas ruas para tentar localizar o rapaz, mas não encontraram nada. No quarto dia sem o itatirense dar notícias, o empresário decidiu procurar uma delegacia de Ubatuba e registrar um boletim de ocorrência por desaparecimento. “Peço ajuda a quem poder para a gente poder ir até São Paulo procurar o Jadson. Por favor se coloquem no meu lugar como mãe”, diz dona Miúda.  
   
.

Compartilhar no Facebook
......
.

.
.
.


Recomendado para você

.




.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.







.






.






.
 EM ALTA  ENTRETENIMENTO & ARTES  FINANÇAS
 BRASIL  ESPORTE  GENTE & ESTILO
 GAY  IMAGENS  INTERNACIONAL
 POLITICA  RADIO  SAÚDE
 TECH & CIÊNCIA  TEMPO & NATUREZA  TURISMO
 TV  URBANO & SOCIEDADE  VIDEOS
.

Sobre

Termos de Uso

Mobile

Ajuda

Privacidade e Cookies

Direitos Autorais

Contate-nos

Anuncie seu negócio

.

.                                                    © Todos os direitos reservados.