.




EM ALTA  ULTIMAS NOTÍCIAS .VIDEOS SHOPPING MAIS
. .





Foto: Divulgação
                       
.
.

No Rio de Janeiro, cearense é assassinada por mendigo que ela costumava dar comida


Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
  Atualização: 04:38

Uma jovem cearense foi morta por um mendigo no Rio de Janeiro enquanto trabalhava no caixa de um supermercado. Existe um clima de muita comoção na cidade de Crateús, que fica cerca de 350 quilômetros de Fortaleza, na divisa com o Estado do Piaui. Quase todo a cidade conhecia a jovem Crislyrane de Souza Bonfim que foi assassinada por este mendigo no Rio de Janeiro.
.
. .
. .
. .

Ela dançava quadrilhas juninas em Crateús, era uma jovem muita linda, uma moça que segundo moradores era muito simpática e muito querida pela população e que agora assassinada cruelmente e teve a vida interrompida para sempre aos 23 anos de idade. Ela saiu de Crateús com cerca de 18 anos com um rapaz que também é da cidade e foi para o Rio de Janeiro onde trabalhava como caixa de um supermercado. Ela morava com o esposo, a cunhada e a filha de 3 anos de idade.

Segundo o primo dela, Marconnes Fernandes do Nascimento Júnior, a jovem foi criada pela mãe dele, a dona Osmezina Bonfim da Silva Fernandes, desde quando ela tinha 4 anos de idade. Crislyrane so deixou de morar com a tia dela por volta dos 16 anos ao ir morar uns anos com a mãe dela, a dona Hilda. Quando tinha por volta de 18 anos decidiu sair de Crateus e ir para o Rio de Janeiro. Na cidade de Cratéus, todos que conheciam a jovem falam também, que era sempre foi uma moça que gostava de ajudar as pessoas.

No Rio de Janeiro, a Crislyrane se deparou no supermercado onde trabalhava como um mendigo, que sempre andava naquela região. Ela então passou a ajuda-lo, dando sempre que podia comida, roupas, e passou a cuidar desse mendigo como se fosse um parente da família dela. Segundo Marconnes, até uma festa de aniversário esse mendigo ganhou de Crislyrane. É ele quem aparece nessa foto, bem vestido e sorrindo.

Por um motivo ainda que tanto a família dela do Rio de Janeiro como os funcionários desse supermercado que ela trabalhava ainda não sabem explicar, na quinta-feira (13), esse mendigo, que era conhecido apenas pelo apelido de “Fedorento”, foi ao estabelecimento la onde a moça trabalhava e esfaqueou a jovem.

Crislyrane ficou agonizando dentro do estabelecimento e isso causou um grande tumulto no local. O mendigo foi então linchado por moradores que ficaram sabendo do ocorrido. A casa da Crislyrane ficava a poucos metros do supermercado e muita gente foi ao local devido ao pânico que foi gerado. Uma facada acabou atingida uma veia da Crislyrane. Ela chegou a ser socorrida com urgência para um hospital do Rio de Janeiro, mas acabou morrendo. O mendigo que a esfaqueou também teve ferimentos provocados pelo linchamento que sofreu e morreu. O corpo dele foi recolhido para o IML do Rio de Janeiro.

A mãe da Crislyrane, a dona Hilda, estava indo também na quinta-feira (13) para o Rio de Janeiro visitar a filha. A senhora tinha saído de Crateús e ia para o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, quando no caminho, ainda dentro do taxi, ficou sabendo do que ocorreu com a filha. A dona Hilda passou muito mal dentro do aeroporto na quinta-feira (13). Ela teve que ser amparada por funcionários do aeroporto e uma cadeira de rodas foi dada para ela porque ela mal conseguia manter-se de pé sabendo dessa tragédia que havia ocorrer com a filha.

Apesar de estar profundamente abalada ela embarcou com ajuda ai desses funcionários e também da companhia aérea que dando toda a assistência para a dona Hilda até ela chegar ao Rio de Janeiro. Os outros parentes estão em choque. A tia dela, que foi quem criou ela, por exemplo, estar a base de remédios. As outras tias também estão muito abaladas e sofrendo bastante.

A família tava com dificuldades para trazer o corpo ao Ceará, mas devido Crislyrane ser uma menina muito conhecida em Crateús, os parentes já conseguiram arrecadar o dinheiro e o corpo deve chegar no Ceará ainda na tarde de hoje. A noite, por volta das 7h, o corpo da Crislyrane será velado na residência das tias delas Avenida Benony Mourão filho, no bairro dos Venâncio, em Crateús. O enterro será neste domingo (16), no Cemitério Santa Rita, que fica no mesmo bairro de Crateús.

.

Compartilhar no Facebook
......
.



 SHOPPING
.
.
Publicidade . Publicidade
.
.





Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.





Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.







Publicidade . Publicidade
.
.





Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.







Publicidade . Publicidade
.
.







Publicidade . Publicidade
.
.





Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.






Publicidade . Publicidade
.
.









Publicidade . Publicidade
.
.