.




Foto: Divulgação
                                                          
.
.

Cresce número de mulheres assassinadas no Ceará


Domingo, 22 de julho de 2018
  Atualização: 04:38

Cada vez mais mulheres são mortas no Ceará. Em apenas seis meses (incompletos) de 2018, nada menos que 234 mulheres foram assassinadas no Ceará. Em comparação com igual período do ano passado, a elevação nos índices de homicídios comuns, latrocínios (roubos seguidos de morte) e casos de feminicídios atingiu mais de 100 por cento. Entre as causas para esse aumento, está o envolvimento cada vez mais crescente de mulheres, especialmente, jovens e adolescentes, no mundo do crime nas drogas.    
.
. .
. .
. .

Some-se a isso, os casos passionais e as mortes provocadas pela guerra entre facções criminosas. As histórias de cada crime são terríveis. Em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), um exemplo disso. Uma jovem de apenas 18 anos, foi executada, a tiros, quando amamentava seu filho, um bebê de poucas semanas de vida.

Já em Tauá, a vítima foi uma idosa de 91 anos de idade, morta covardemente a pauladas pelo próprio bisneto, que exigia da bisavó dinheiro para comprar drogas. Na guerra travada entre as facções criminosas, jovens garotas são arrastadas para as estatísticas criminais. Algumas de forma cruel e horripilante, com cenas de decapitação ou esquartejamento. Muitos desses crimes ainda aguardam esclarecimento, com identificação e prisão dos suspeitos. 

.

Compartilhar no Facebook
......
.

.
.
.



.
 EM ALTA  ENTRETENIMENTO & ARTES  FINANÇAS
 BRASIL  ESPORTE  GENTE & ESTILO
 GAY  IMAGENS  INTERNACIONAL
 POLITICA  RADIO  SAÚDE
 TECH & CIÊNCIA  TEMPO & NATUREZA  TURISMO
 TV  URBANO & SOCIEDADE  VIDEOS
.

Sobre

Termos de Uso

Mobile

Ajuda

Privacidade e Cookies

Direitos Autorais

Contate-nos

Anuncie seu negócio

.

.                                                    © Todos os direitos reservados.