.




Foto: Divulgação
                                                          
.
.

Moradores de Itatira afirmam ver mapinguari na zona rural do municipio


Domingo, 15 de maio de 2016   Atualização: 04:38

Alguns moradores de comunidades da zona rural do municipio de Itatira contam muitas histórias de mapinguari que tem aproximadamente uns 2,5 m de altura, muito forte e peludo e tenta atacar grupo de caçadores. Os moradores contam grandes combates entre o mapinguari e caçadores. O mapinguari sempre leva vantagem e os caçadores que conseguem sobreviver, muitas vezes ficam aleijados ou com terríveis marcas no corpo. Em comunidades da zona rural do municipio de Itatira, os moradores dizem que ele é realmente coberto de pelos, porém usa uma armadura feita do casco de tartaruga, para outros, a sua pele é igual ao couro de jacaré.
.
. .
. .
. .

Há também quem diga que seus pés têm o formato de uma mão de pilão. O Mapinguari emite gritos semelhantes ao grito dado pelos caçadores. "Se alguém responder, ele logo vai ao encontro dos caçadores, que acabam perdendo a vida", diz um morador.

"A criatura é selvagem e não teme nem caçador, porque é capaz de dilatar o aço quando sopra no cano da espingarda", diz um morador de uma comunidade da zona rural do municipio de Itatira que afirma ter visto o animal. Mapinguari seria uma criatura coberta de um longo pêlo vermelho.

Segundo moradores do municipio de Itatira que afirmam ter visto o animal, quando ele percebe a presença humana fica de pé e alcança facilmente dois metros de altura. "Os pés dele são virados ao contrário, suas mãos possuem longas garras e a criatura evita a água, tendo uma pele semelhante a de um jacaré", diz um morador do municipio que afirma ter visto o animal em comunidades da zona rural do municipio de Itatira.

"O mapinguari possui um cheiro horrível, semelhante ao de um gambá. Esse mau cheiro faz com que sua presa fique tonta, o que permite ao bicho apanhá-la com facilidade. A boca do Mapinguari se abre na vertical, e vai do peito até a barriga", diz o morador de Itatira que afirma ter visto o animal.

Um morador do municipio de Itatira disse que viu um mapinguari de perto e disse que ele se assemelha em tudo com o pé-grande americano, porém mais peludo. Há quem diga que o Mapinguari só anda pelas florestas de dia, guardando a noite para dormir. Quando anda pela mata, vai gritando, quebrando galhos e derrubando árvores, deixando um rastro de destruição. OMapinguari é uma lenda derivada de algumas lendas dos índios da Região Amazônica.

Os caboclos contam que dentro da floresta vive o Mapinguari, um gigante peludo com um olho na testa e a boca no umbigo. Segundo esta Lenda, alguns índios ao atingirem uma idade mais avançada evoluiriam e transformariam-se em Mapinguari e passariam a habitar o interior das florestas passando a viver apenas no seu interior e sozinhos.

Para outros moradores o mapinguari que alguns afirmam ver não passa de lenda. “Acho que isso não existe. Ate porque não existe nenhuma prova de que tal animal realmente exista. Para mim não passa de uma daquelas lendas contadas pelos mais velhos”, diz uma moradora. No entanto, especialistas no assunto acreditam que a historia pode ser, em parte, verdadeira. Porém, o animal visto não seria um grande ser e sim uma espécie de “preguiça gigante”.
Os cientistas ainda desconhecem essa criatura. Uma hipótese que explicaria a existência do Mapinguari, sugerida pelo paleontólogo argentino Florentino Ameghino no fim do século XIX, seria o fato da sobrevivência de algumas preguiças gigantes (Pleistoceno, 12 mil anos atrás).

Entre muitos, o ornitólogo David Oren chegou a empreender expedições em busca de provas da existência real da criatura no estado do Amazonas. Não obteve nenhum resultado conclusivo. Pêlos recolhidos mostraram ser de uma cutia, amostras de fezes de um tamanduá e moldes de pegadas não serviriam muito, já que como declarou, “podem ser facilmente forjadas”. O mapinguari seria semelhante ao minotauro. A lenda do mapinguari realmente existe no municipio de Itatira, sendo contada principalmente por moradores de comunidades da zona rural do municipio de Itatira, o fato é que não existe ainda nenhuma prova real e concreta da existência de tal animal nas florestas do municipio, muito embora alguns jurem que ja viram o animal nas matas.
.

Compartilhar no Facebook
......
.

.
.
.


Recomendado para você

.




.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.







.






.






.
 EM ALTA  ENTRETENIMENTO & ARTES  FINANÇAS
 BRASIL  ESPORTE  GENTE & ESTILO
 GAY  IMAGENS  INTERNACIONAL
 POLITICA  RADIO  SAÚDE
 TECH & CIÊNCIA  TEMPO & NATUREZA  TURISMO
 TV  URBANO & SOCIEDADE  VIDEOS
.

Sobre

Termos de Uso

Mobile

Ajuda

Privacidade e Cookies

Direitos Autorais

Contate-nos

Anuncie seu negócio

.

.                                                    © Todos os direitos reservados.