Politica AJUDA FEDERAL

Governo Bolsonaro quer reduzir valor do auxilio emergencial para 200 reais

"Se o Bolsa Família é R$ 200, não posso pagar mais que isso a um chofer de táxi", disse o ministro.

20/05/2020 20h55 Atualizada há 3 dias
Por: Itatira NEWS

O ministro da economia do governo Bolsonaro afirmou que pode estender a concessão do auxílio emergencial por mais um ou dois meses. Paulo Guedes, no entanto admitiu, que ao invés de 600 reais os trabalhadores informais e sem carteira assinada recebam apenas 200 reais. O ministro alegou que provavelmente, se o auxilio for estendido, o governo não terá dinheiro para pagar 600 reais, mas 200 reais seria possível. "Se o Bolsa Família é R$ 200, não posso pagar mais que isso a um chofer de táxi", disse o ministro.

 

No inicio da pandemia, o governo Bolsonaro defendia que os trabalhadores recebessem apenas 200 reais como ajuda para enfrentar a crise do coronavírus, mas devido a pressões do Congresso, o governo concordou em ceder 600 reais aos trabalhadores. O Deputado Federal André Janones, do AVANTE, de Minas Gerais, comentou a noticia de que o governo Bolsonaro quer reduzir o valor do auxilio emergencial.