Politica VIDEO DE REUNIÃO

Ministra de Bolsonaro planeja pedir a prisão de prefeitos e governadores

Um dia antes da divulgação do vídeo, Bolsonaro pedia que algumas partes da reunião não fosse divulgada.

25/05/2020 05h07 Atualizada há 1 mês
Por: Itatira NEWS

Prefeitos de municipios que estão implantando medidas de isolamento para conter o coronavírus foram ameaçados de prisão na reunião ministerial do Governo Bolsonaro. Vários municipios adotaram medidas de isolamento rígido, inclusive a proibição de sair de casa sem ser por extrema necessidade. Quem desobedecer está sujeito a responde processos cíveis e criminais, pode ainda multa.

As declarações com ameaças de prisão a prefeitos foram feitas em uma reunião do Governo Bolsonaro realizada no dia 22 de abril. O vídeo da reunião foi divulgado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Melo, em inquérito que investiga o presidente Bolsonaro. Um dia antes da divulgação do vídeo, Bolsonaro pedia que algumas partes da reunião não fosse divulgada.

Mas o ministro do Supremo decidiu liberar quase todo o vídeo e muita coisa sobre como pensam os membros do governo Bolsonaro vieram a público. Bolsonaro criticou governadores que estavam aplicando medidas de isolamento social para conter o coronavírus. O ministro da educação ameaçou autoridades de prisão, e se referiu a ministros do Supremo Tribunal que permitiu a prefeitos de governadores adotarem as medidas de isolamento social.

O ministro da educação chamou os ministros do Supremo de vagabundos e, se dependesse dele, colocaria os ministros na cadeia. A ministra dos direitos humanos de Bolsonaro disse que está nos planos de pedir a prisão de prefeitos e governadores. O governador do Piauí comentou as ameaças da ministra de Bolsonaro.