Itatira VIROU PIADA

Moradores de Itatira não respeitam lockdown no municipio

Muita gente aproveita a pouca fiscalização para sair de casa em necessidade.

26/05/2020 07h59 Atualizada há 2 horas
Por: Itatira NEWS

Os moradores de Itatira não estão respeitando o lockdown implantado pela prefeitura do município para conter a propagação do coronavírus. Desde quando o decreto de isolamento social mais rígido foi assinado pelo prefeito, o movimento nas ruas continua normal. Nas ruas do distrito de Lagoa do Mato, por exemplo, muita gente aproveita a pouca fiscalização para sair de casa sem necessidade. As barreiras sanitárias, montadas pela secretaria de saúde do município, também estão sendo desrespeitadas com pessoas chegando ao município de madrugada. Há relatos até de pessoas infectadas circulando pelas ruas e desrespeitando as ordens de permanecer em casa. 

Carros e motos nas ruas, pessoas circulando, o movimento no distrito de Lagoa do Mato, por exemplo, o maior centro populacional do município, continua o mesmo. Apesar de muitos moradores estarem usando máscaras, o movimento continua grande. Nas redes sociais moradores fazem piada com o decreto de lockdown assinado pelo prefeito do município, Antonio Almir, e reclamam do desrespeito dos moradores às medidas de segurança contra o vírus. Uma internauta no Facebook perguntou: “Alguém sabe me dizer quando começa o lockdown em Lagoa do Mato?”. Vários memes também circulam na internet mostrando o desrespeito dos habitantes com as medidas de isolamento adotadas pela prefeitura.

Nas ruas do distrito de Lagoa do Mato, os moradores reclamam que o lockdown só existe no papel. “Esse lockdown pelo visto só existe no papel porque o que mais tem gente é nas ruas”, disse um morador no Centro de Lagoa do Mato. Uma senhora do distrito também afirmou que não viu nenhuma mudança desde que o lockdown entrou em vigor. “Só se for em outro canto porque aqui mesmo na Lagoa do Mato continua do mesmo jeito”, disse a senhora. “Acho que devido o prefeito não ter fixado uma multa para quem descumprir o lockdown as pessoas tão se aproveitando disso e saindo às ruas”, disse. "Ta cheio de gente andando nas ruas sem o papel que eles falaram que precisava ter para sair de casa", disse a senhora.

Não é a primeira vez que decretos assinados pelo prefeito do município para conter o avanço do coronavírus são desrespeitado pela população do municipio. Na Semana Santa, por exemplo, quando o município não registrava nenhum caso, o prefeito chegou a baixar um decreto proibindo entrada de qualquer pessoa de outras cidades no município. Mesmo assim, o município registrou o primeiro caso após itatirenses que moram em Fortaleza terem usado o feriado da Semana Santa para visitar familiares no distrito de Bandeira, na zona rural do município de Itatira. A senhora infectada no distrito chegou a ser internada em estado grave em uma UTI do Hospital Regional de Quixeramobim, mas não resistiu e morreu.

 

Conforme o decreto de lockdown, fica instituída em todo municipio de Itatira a política de isolamento social rígido com, dentre outras obrigações, o dever “permanência domiciliar” e o controle e circulação de pessoas e veículos. "O dever especial de permanência domiciliar consiste na proibição de circulação de pessoas em geral, em espaços ou vias públicas, salvo no caso de extrema necessidade comprovada", diz o decreto. Pelo decreto somente serão autorizadas a circulação de pessoas que forem para serviços como atendimento médico ou veterinário, farmácias e supermercados, bancos e exercer algum trabalho essencial. O prefeito fala em punições de responsabilidade cível e criminal, mas não fixou multa para moradores que descumprirem a determinação a saírem às ruas sem necessidade.

 

A secretaria de saúde de Itatira afirma que tenta colocar fiscalização, mas não tem pessoal e estrutura suficiente para fiscalizar todo o município e atender a todas as denuncias. A secretaria informa ainda que com relação as barreiras sanitárias montou o bloqueio em algumas vias do município, mas reconhece que é praticamente impossível monitorar 24 horas todas as estradas e rodovias do município. Ainda de acordo com a secretaria, não existe pessoal suficiente para permanecer em todas as ruas 24 horas por dia e ou realizar um monitoramento com vigilância ininterrupta de todos os infectados. A secretaria voltou a pedir o bom senso dos moradores e clamou pelo respeito as normas, decretos e orientações de segurança para evitar a propagação do vírus. "Fiquem em casa", tornou a dizer.

 

O pequeno município de Itatira, no interior do Ceará, com população de cerca de 21 mil habitantes, ver a cada dia o número de moradores infectados pelo coronavírus aumentar. Os altos números de infectados em Itatira chamaram a atenção do governo do Estado, que incluiu Itatira na triste lista dos 15 municipios em que há mais número de infectados pelo número de habitantes, acima de média estadual. Atualmente são 127 infectados e o número de mortes aumentou para quatro habitantes. Atualmente três pessoas tiveram que ser hospitalizadas após contraírem o virus.