Itatira NO FACEBOOK

Página “O melhor de Itatira é o itatirense” sai do ar após publicar acusação

Em postagem feita no sábado (17), a página afirmou que uma criança tinha falecido por falta de suporte médico.

20/10/2020 16h22 Atualizada há 3 semanas
Por: Itatira NEWS

A página humorística “O melhor de Itatira é o itatirense” saiu do ar após publicar uma denuncia contra a secretaria de saúde do município de Itatira. Em postagem feita no sábado (17), a página afirmou que uma criança tinha falecido no distrito de Bandeira, na zona rural de Itatira, por falta de suporte médico. Ainda de acordo com a página, "sequer um transporte pra deslocar o paciente pra um hospital" foi disponibilizado a criança. A página também disse que "responsáveis pelo posto de saúde da comunidade estavam fazendo campanha politica, ao invés de estarem prestando os serviços necessários na unidade de saúde".

O Itatira NEWS entrou em contato com a secretaria de saúde do município para comentar as acusações feita pela página. O secretário de saúde do município, João Paulo, enviou uma nota do médico responsável pelo posto de saúde da comunidade. “Na noite de 17/10 do presente ano, vésperas do dia que celebramos o dia dos médicos, por volta das 19h, enquanto estava em aula remota do mestrado, comecei a receber inúmeras mensagens de pessoas me avisando que havia uma "denúncia" no Facebook por meio da página "O melhor de Itatira é o Itatirense". Na postagem, o autor ou autores, citam um caso de uma criança que veio à óbito, na tarde 17/10, na comunidade de Bandeira Novo, segundo a página por falta de atendimento médico e, além disso, afirma que as denúncias recebidas confirmam que invés de estar prestando serviços na unidade, “os responsáveis pelo posto de saúde da comunidade”, no caso eu e a coordenadora da unidade, “estavam fazendo campanha política ao invés de estarem prestando os serviços necessários na unidade de saúde”, diz o médico.

“Portanto venho a público esclarecer alguns pontos: Primeiro, gostaria de me solidarizar com a família que sofre com essa dolorosa perda. Segundo, o atendimento prestado por mim na referida Unidade Básica de Saúde (UBS) é de segunda a quinta-feira, conforme contrato ao qual sou vinculado e a UBS funciona até a sexta feira, portanto aos finais de semana não estou na comunidade Bandeira, já que não possuo residência ali. Repudio e lamento que uma página de alcance tão grande não trabalhe com veracidade, credibilidade, imparcialidade, compromisso com a verdade e ética. Trata-se de uma informação falsa que está causando abalo à imagem de todas as pessoas que foram citadas, mesmo que indiretamente”, acrescenta o médico.

“Reforço novamente, eu não me encontrava na localidade, fazendo campanha política ou qualquer outra atividade, estava em casa, estudando. A foto usada por alguns para reforçar a acusação sem provas, foi tirada em dias anteriores fora do expediente de trabalho. Medidas legais já foram tomadas, por prezar pela ética e a verdade, não compactuo com aqueles que buscam através da dor alheia para difamar e tentar destruir reputação construída através de árduo trabalho e estudos. Fiz um boletim de ocorrência, ainda na noite de 17/10, e meu advogado já está tomando as medidas criminais e cíveis em relação ao post, a autoria e aos internautas que me acusaram, para serem devidamente responsabilizados. Por fim, me coloco à disposição da comunidade para quaisquer outros esclarecimentos. Fernando Paixão da Costa - médico UBS Bandeira - Itatira Canindé 18/10/2020”, encerra a nota.

 

A página “O melhor de Itatira é o itatirense” é mantida por pessoas anônimas que não revelam sua identidade. O Itatira NEWS entrou em contato com o Facebook que informou que não comenta casos específicos, mas que retira do ar páginas que violem em termos de uso da rede social ou para atender a um pedido judicial de retirada de conteúdo. A página “O melhor de Itatira é o itatirense” tinha quase 5 mil seguidores. Outra página, chamada “O melhor de Itatira é o itatirense 2.0” já havia sido criada até esta terça-feira (20).