UNOPAR CANINDÉ
MAIS SAUDE ODONTO EM LAGOA DO MATO, EM ITATIRA
Baratão das Frutas
POSTO IPIRANGA SUPER BANNER
MEIO AMBIENTE

Caça predatória de 'avoantes' ameaça reprodução da ave em Itatira

A avoante é uma ave característica no Ceara e foi inserida como uma carne comum. A caça do animal, entretanto, é ilegal - assim como o consumo.

25/05/2019 13h14Atualizado há 3 semanas
Por: Itatira NEWS

As avoantes continuam sendo caçadas e consumidas por moradores de Itatira. A avoante é uma ave característica no Ceara e foi inserida na cultura local como uma carne comum. A caça do animal, entretanto, é ilegal - assim como o consumo. Estão revistas punições a caçadores de até três anos de reclusão, além de outras penas. Isso reflete uma realidade ainda evidente no municipio de Itatira: a ave continua fazendo parte da cultura e da culinária de muitos itatirenses - ainda que de forma clandestina.

As avoantes se reproduzem em pombais e usando de truculência e arapucas, caçadores capturam a abtem os animais para uma posterior venda. A avoante, após capturada, é repassada a atravessadores e em seguida revendida aos moradores do municipio de Itatira. Segundo morador de uma comunidade da zona rural do municipio de Itatira, não existe uma conscientização por parte da população sobre a matança das aves. 

"As aves continuam sendo abatidas sem controle", diz. “Tão acabando com tudo. Tá ficando sério e não é só aqui nas minhas terras, mas em outras fazendas também”, diz o morador. A ave da espécie Zenaida auriculata, popularmente conhecida como “avoante”, está com a sua reprodução ameaçada. Isso porque a ave, uma espécie de pomba campestre em sua rota de migração, está sendo abatida por caçadores no intuíto de vendê-las. 

Um morador do município de Itatira esclareceu que a procura pelo avoante é intensa no pombal, local considerado um santuário de reprodução coletiva e está localizada nas propriedades rurais do município. Os moradores da região comentaram que a caça predatória da ave, realizada com pedaços de madeira, estilingues e espingardas, acontece principalmente durante a noite, quando os pássaros ficam com pouca visibilidade, favorecendo a aproximação dos caçadores. 

A caça predatória dos avoantes é considerada crime ambiental de acordo com o Art. 29 da a Lei nº 9.605. Na lei, "matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. A pena pela infração é detenção de seis meses a um ano, e multa”.

 

 

MAIS SAÚDE ODONTO
POSTO IPIRANGA
ANUNCIO MAIS SAÚDE ODONTO
MAIS SAÚDE ODONTO EM ITATIRA
Últimas notícias
POSTO IPIRANGA ANUNCIO
Mais lidas
MAIS SAUDE ODONTO ANUNCIOS