Grau EMPINANDO MOTOS

Jovens de Itatira querem espaço apropriado para praticar o 'grau'

Jovens usam locais como campo de futebol, terrenos ou até mesmo as rodovias do municipio para realizarem as acrobacias

05/01/2021 18h18 Atualizada há 4 dias
Por: Itatira NEWS

Jovens do municipio de Itatira amantes de empinar motocicletas, os chamados "grau", na gíria bastante utilizada por jovens e adolescentes do municipio estão sem espaço apropriado para praticar a atividade e pedem as autoridades públicas que liberem ou construam um local especifico para o "grau". Sem espaço ainda, alguns jovens usam locais como campo de futebol, terrenos ou até mesmo as rodovias do municipio para realizarem as acrobacias em cima das motocicletas num show de adrenalina e muita emoção.

"O grau não traz problema pra ninguem. Ninguém ta roubando, ninguem ta matando. É uma prática como o esporte, a gente gosta de fazer e não estamos fazendo mal a sociedade. Acho que as autoridades do municipio deveriam construir um local ou liberar um espaço para a gente", disse um jovem que pratica o grau no municipio. "Gostamos da adrenalina e amamos o grau", diz. Não é de hoje que a prática conhecida como “empinar moto” se faz presente entre alguns motociclistas jovens e adolescentes de Itatira. Em meio às vias públicas, ladeiras, campo de futebol ou estradas de barro estão os simpatizantes deste tipo de pilotagem que se arriscam em acrobacias fazendo exibicionismo.

No Facebook, vários jovens e adolescentes de Itatira publicam fotos e videos empinando moto em estradas ou lugares abertos realizando manobras arriscadas. Nas fotos postadas nas redes sociais, os adolescentes e jovens fazem manobras de tirar o fôlego. Além de fazer acrobacias com as motos, eles se divertem utilizando as estradas e locais abertos para empiná-las entre os veículos na via ja que ainda não possuem espaço para praticar a atividade. "Se a gente tivesse um local apropriado a gente não estaria desrespeitando nenhuma lei de trânsito e não estaríamos fazendo nossa atividade nas rodovias do municipio. Liberem logo um local para a gente", disse um jovem.