CACHORRADA SOLTA

Cachorros atacam motociclistas em ruas e estradas de Lagoa do Mato, em Itatira

As principais reclamações dizem respeito a cachorros soltos nas ruas do distrito de Lagoa do Mato que estão atacando motociclistas e quem trafega de bicicleta. Pedestres também reclamam que estão sendo atacados pelos animais.

27/05/2019 09h29 Atualizada há 4 meses
Por: Itatira NEWS

Cachorros soltos nas estradas do município de Itatira e ruas do distrito de Lagoa do Mato estão atacando moradores, principalmente motociclistas e ciclistas que precisam trafegar pelas vias e ruas. “Está demais. Muito animal soltos nas ruas. Além dos riscos de acidente a gente também agora está atacado por estes animais que correm atrás das motos, mordem e qualquer momento uma tragédia pode ocorrer com pessoas ficando gravemente feridas ou ate sendo mordas por ataques destes animais”, disse um motociclista.

As principais reclamações dizem respeito a cachorros soltos nas ruas do distrito de Lagoa do Mato que estão atacando motociclistas e quem trafega de bicicleta. Pedestres também reclamam que estão sendo atacados pelos animais.

Na CE-366, que liga o distrito de Lagoa do Mato a BR-020, motociclistas e ciclistas afirmam que numa casa na comunidade de Bola de Ouro dois cachorros atacam quem passa de moto ou bicicleta pelo local sempre a noite. Na comunidade de São Joaquim os motociclistas e ciclistas também á sofreram ao serem perseguidos pelos animais.

Nas ruas do distrito de Lagoa do Mato, o mais populoso do município de Itatira, a grande quantidade de animais soltos nas ruas assusta. Além dos cachorros, vacas, jumentos, cabras e outros animais circulam livremente pelas ruas.

A responsabilidade para recolher animais soltos nas ruas é da prefeitura de Itatira. Nas estradas é obrigação do Detran retirar os animais. Entretanto, nenhuma atitude foi tomada por parte da prefeitura para recolher os animais soltos nas ruas. Cachorros, vacas, cabras e outros animais seguem soltos e os acidentes e ataques continuam ocorrendo. O Detran também não recolheu ainda cabras, jumentos e vacas filmados recentemente por motoristas na CE-366.

“Os animais continuam no mesmo local. A gente é que sofre”, diz um motorista. “E se um destes cães atacar uma criança um idoso? Como vai ficar? Será que estão esperando isso acontecer para tomarem providência”, diz um morador do distrito de Lagoa do Mato.