Crime CRIME BRUTAL

Pai mantinha filho preso dentro de barril há mais de um mês

Menino se alimentava de cascas de frutas e fubá cru.

02/02/2021 14h39 Atualizada há 4 semanas
Por: Itatira NEWS

Um pai mantinha o filho de 11 anos preso há pelo menos um mês dentro de um barril. A Polícia Civil informou que o garoto informou que havia visto o réveillon pelo buraco de uma parede, e que se alimentava com cascas de frutas (especialmente banana) e fubá cru. Na casa, os policiais encontraram uma grande quantidade de alimentos que era consumido pelo pai, a madrasta do menino e uma meia-irmã. O garoto segue internado no Hospital Ouro Verde. Segundo a equipe médica, chegou com 27 kg, e precisa pesar 35 kg para ter alta. A informação é que ele está na casa dos 30 kg neste momento. Apesar de tudo que passou, o estado de saúde dele é considerado "bom". O caso aconteceu no municipio de Campinas, no interior do Estado de São Paulo.

A madrasta era conhecida no bairro por ser uma protetora de animais independente. Ela mantinha na residência seis cachorros e dois gatos. Uma equipe, comandada pelo protetor Symon Castro, fez o resgate destes animais, que agora estão em lares provisórios. "Assim que soubemos do caso, fomos tirar os cachorros e gatos de lá. Tínhamos receio de que a população os soltasse", afirmou Castro. Segundo o protetor, os animais têm boas condições de saúde e não sofriam maus-tratos. "O que destoa completamente da criança. Ficamos chocados e tristes com isso", completou.

Pai, madrasta e meia-irmã seguem presos. O Tribunal de Justiça de São Paulo transformou a prisão em flagrante por preventiva, para que possam aguardar o término das investigações dos detidos. Em depoimento, o pai informou aos policiais que o filho era agressivo, agitado e fugia de casa, e que o motivo de tê-lo colocado no barril é para "educá-lo". O pai da criança, de 31 anos, vai responder por tortura. Madrasta e meia-irmã, por omissão.