Politica CRIME

Comerciante é detido por anunciar 'churrasco grátis pra quem matar João Doria'

João Doria É alvo de críticas de donos de bares e restaurantes.

05/02/2021 11h08 Atualizada há 4 semanas
Por: Itatira NEWS

Um comerciante foi detido nesta quinta-feira (4) em São Paulo por anunciar em seu restaurante “um ano de churrasco grátis pra quem matar o João Doria Jr”. O anúncio estava em um cartaz na frente da churrascaria La Casa de Parrilla, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo. A incitação à morte de alguém é um crime previsto no Código Penal com pena de detenção de 3 a 6 meses ou multa. Como é considerado um crime de pequeno potencial ofensivo, o juiz pode optar por penas alternativas, a pedido do Ministério Público, como prestação de serviços à comunidade.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), virou alvo de críticas de donos de bares e restaurantes por conta das medidas restritivas impostas pelo Plano São Paulo, que determina as regras da quarentena estadual. Empresários donos de bares e restaurantes ligados à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) fizeram nesta terça-feira (2) um protesto na Avenida Paulista contra as medidas restritivas impostas ao setor.