Morte & Cemitério ItatiraNEWS.com

Moradores de Itatira estão preocupados com superlotação em cemitério

Se não for construído outro cemitério ou realizado o processo de exumação de corpos antigos, o cemitério pode perder a capacidade de realizar novos enterros.

27/05/2019 10h02 Atualizada há 2 meses
Por: Itatira NEWS

O Cemitério São Miguel, no distrito de Lagoa do Mato, em Itatira, no interior do Ceará está próximo de esgotar o número de covas disponíveis. O número de túmulos disponíveis vem caindo de forma muito rápida. O problema de superlotação continua causando ainda mais sofrimento aos moradores que perdem seus entres queridos e não possuem aérea para enterrar os corpos. Moradores reclamam que muitas vezes têm que se virar e até pedir sepultura emprestada para realizar o enterro. E toda vez que alguém morre e a família não possui aérea disponível para enterrar há uma grande dificuldade para fazer o sepultamento. “Ta muito cheio. Era bom se fosse feito outro”, diz uma moradora. Se não for construído outro cemitério ou realizado o processo de exumação de corpos antigos, o cemitério pode perder a capacidade de realizar novos enterros. Com o cemitério sem espaço para novas sepulturas, a situação no município pode ficar alarmante. “É uma calamidade pública. A gente tem quem estar vigilante para que isso não aconteça”, acrescenta uma senhora que estava no cemitério. Atualmente, o que mais preocupa a administração do cemitério e a superlotação. A prefeitura informou que negocia uma área para ampliar o cemitério ou construir um novo.