Fique Por Dentro ItatiraNEWS.com

Morre bebê que não acordava há sete meses

Os especialistas de saúde tentam estudar as causas.

30/01/2020 03h54 Atualizada há 2 meses
Por: Itatira NEWS

Morreu a bebê Ana Júlia, que estava internada desde o dia que nasceu, há sete meses, no Hospital Regional Público do Araguaia (HRPA), em Redenção, no sudeste do Pará. Ela e a irmã gêmea, Ana Sofia, nunca acordaram desde o nascimento, o que tornou o quadro clínico delas de grande repercussão. Os especialistas de saúde tentam estudar as causas do quadro das gêmeas desde o nascimento delas, sem nunca terem chegado a um diagnóstico fechado. A hipótese mais considerada, até o momento, é um “erro inato de metabolismo”, que pode levar a falhas no quadro neurológico e comprometimento da respiração, por exemplo. Os médicos descartaram qualquer relação da intervenção cirúrgica com a situação das bebês. A morte da bebê gerou comoção na equipe médica que acompanha as garotas desde o nascimento. “Todos nós que acompanhamos de perto o caso das gêmeas, Ana Júlia e Ana Sofia, estamos muito tristes com a partida da Júlia, mas com o conforto de saber que Deus faz tudo na hora certa. Ele a levou, pra um lugar lindo, onde não há dor, onde ela brinca, sorri… e deixou muita saudade!”, publicou Izabella Sad Barra, pediatra das crianças.