Vulnerável CONDENADO

Homem é preso após ser flagrado estuprando menina de 10 anos em piscina

O homem será indiciado por estupro de vulnerável, que é manter relação sexual com menor de 14 anos de idade.

26/03/2019 13h48 Atualizada há 2 meses
Por: Itatira NEWS

O limpador de piscinas Jacson Barros de Souza, de 40 anos, foi condenado a 30 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado por estupro de vulnerável, que é manter relação sexual com menor de 14 anos de idade. Ele é acusado de ter abusado três vítimas, com idades entre 9 e 13 anos, em um condomínio de luxo de Manaus, em 2017. O abuso de uma das meninas foi filmado e entregue à polícia, servindo de prova no caso. Ele aparecia em um vídeo abusando sexualmente de uma criança de 10 anos dentro da piscina de um condomínio de luxo em Manaus. O acusado também cometeu o estupro de vulnerável com outras duas vítimas, sendo uma criança de 9 anos e uma de 13 anos. Elas confirmaram o abuso durante o depoimento. O homem será indiciado por estupro de vulnerável, que é manter relação sexual com menor de 14 anos de idade.