Saúde EVITA GRAVIDEZ

“Pílula do dia seguinte” é cada vez mais popular entre jovens de Itatira

O crescimento na venda dessas pílulas nas farmácias de Itatira revela que evitar uma gravidez é algo cada vez mais popular entre os jovens do municipio.

05/11/2020 00h41 Atualizada há 2 meses
Por: Itatira NEWS

A “pílula do dia seguinte”, o anticoncepcional de emergência, é cada vez mais usado por jovens do município de Itatira, no interior do Ceará, que não querem engravidar. Nas calçadas e ruas da cidade de Itatira, muitos já ouviram falar da tal pílula e outra parcela já fizeram uso do método contraceptivo após a relação sexual. A pílula, bastante conhecida em todo o Brasil, tem se tornando também muito utilizada por jovens de Itatira. Trata-se de uma dosagem hormonal alta que cria mecanismos que dificultem o encontro do óvulo com o espermatozóide, como aumentar a espessura do muco da vagina, diminuir a mobilidade tubária e inibir a ovulação. O crescimento na venda dessas pílulas nas farmácias de Itatira revela que evitar uma gravidez é algo cada vez mais popular entre os jovens do municipio.

Para especialistas, isso tem um lado bom, pois significa que os jovens estão se prevenindo de uma gravidez não planejada. Muitos respondem já terem tomado a pílula. Na lista dos fatores que motivaram jovens a tomarem a pílula está o uso está a insegurança, em primeiro lugar. Muitos relatam terem medo de engravidar após a relação sexual. Outro motivo apontado por jovens que usam a pílula é o esquecimento em relação ao uso de outro método contraceptivo, como, por exemplo, a camisinha. Outra parcela afirma que usa a pílula porque outro método usado para prevenir gravidez falhou, como, por exemplo, quando a camisinha estoura durante a relação sexual. É possível encontrar as pílulas e comprá-las nas farmácias. Seu uso é permitido e aconselhado para evitar gravidez.

“Não se tratar de um abordo. E sim de evitar que os espermatozóide entrem no ovulo”, explica um especialista. “Por isso a pílula é permitida a venda. Mas para evitar a gravidez é preciso que ela seja tomada o mais rápido possível”, explica um especialista. A pílula reduz o risco de engravidar em até 95%, dependendo da rapidez com que se toma após a relação sexual. Quase totalidade dos jovens já havia ouvido falar da pílula dia seguinte. Em relação ao modo de obtenção da pílula do dia seguinte, grande parte dos jovens afirmam que compraram o medicamento em farmácias. A farmácia é o local onde as jovens mais procuram a pílula após uma relação sexual. No entanto, muitos jovens ainda têm duvidas quanto ao uso da pílula como o tempo de eficácia da pílula após a ingestão e o período após a relação sexual até o qual ela pode ser usada.

O nome da pílula do dia seguinte é um pouco ingrato. Muitos assimilam as vezes que a pílula encontrada nas farmácias só pode ser usada no dia seguinte à relação sexual, mas não. O nome “pílula do dia seguinte” não significa que seja necessário esperar o dia seguinte para usá-la. Quanto mais rápido se toma a pílula, mais chances se tem de não engravidar. A pílula do dia seguinte não deve ser ingerida antes da relação sexual, somente depois. A informação é que o quanto antes a medicação for tomada, maiores são as chances de garantir a sua eficácia, sendo 72 horas o prazo máximo para tomar. Especialistas explicam que a pílula do dia seguinte é ferramenta a ser usada em casos de emergência, quando, por exemplo, a camisinha estoura durante a relação sexual e existe a suspeita de que pode ocorrer uma gravidez indesejada.