Solutions
Danilo Martins Consultório Odontologico
Baratão das Frutas
Posto Ipiranga
Wagner Car
MULHER FOI PRESA

Por ciúmes do marido, mãe mata a filha recém-nascida degolada

O homem, então, correu até o quarto e viu a menina, de apenas 3 semanas, imóvel na cama, totalmente ensanguentada.

10/03/2020 15h29
Por: Itatira NEWS

Uma mulher de 21 anos, da Ucrânia, é acusada de degolar a filha recém-nascida após ter uma crise de ciúmes do marido. A mulher acreditava que o companheiro amava mais a criança do que ela. O caso aconteceu na cidade de Rivne, na Ucrânia. A mulher, que não teve o nome divulgado por questões legais, cometeu o crime quando o marido, de 26 anos, deixou o apartamento para jogar o lixo fora. Quando ele voltou, a encontrou com as mãos cobertas de sangue.

O homem, então, correu até o quarto e viu a menina, de apenas 3 semanas, imóvel na cama, totalmente ensanguentada. A avó da vítima, Maria Momot, foi quem afirmou que o crime teria sido motivado por ciúmes. “Eu e meu filho amávamos tanto aquela menina. Demos todos os nossos cuidados. Minha nora era ciumenta. Achava que ele amava mais a criança do que ela. Hoje de manhã, eu tinha dado banho na minha neta. Agora, ela se foi”, disse a avó. Segundo informações do serviço de emergência, ainda foi possível ouvir da suspeita uma pergunta direcionada ao pai da garotinha: “Por que você está chorando?”.

A faca usada no crime foi achada na cozinha. A mãe não soube explicar o porquê de ter assassinado a própria filha e a polícia investiga se a mulher tem algum problema psicológico. “Ela nem consegue lembrar o que estava fazendo durante o dia”, contou o porta-voz da polícia ucraniana, Anton Kruk. A suspeita foi presa e passará por avaliação psiquiátrica. Caso o exame garanta a consciência dos próprios atos, ela poderá ser condenada a até 15 anos de prisão por premeditar o assassinato de um menor.