Wagner Car
Danilo Martins Consultório Odontologico
Baratão das Frutas
Solutions
Posto Ipiranga
PANDEMIA MUNDIAL

“Não há casos suspeitos de coronavírus em Itatira”, diz Secretário de Saúde do municipio

Ele desmentiu boatos e fake news que se espalharam em grupos de whatsapp de que uma mulher com quadro clinico suspeito havia dado entrada no posto de saúde do distrito de Lagoa do Mato.

17/03/2020 18h29Atualizado há 3 semanas
Por: Itatira NEWS

O Secretário de Saúde do município, Davi Vieira, afirmou nesta terça-feira (17) ao Itatira NEWS que o municipio não tem nenhum caso suspeito de coronavírus. Ele desmentiu boatos e fake news que se espalharam em grupos de whatsapp de que uma mulher com quadro clinico suspeito havia dado entrada no posto de saúde do distrito de Lagoa do Mato e depois encaminhada para Quixeramobim. Segundo o secretário, a paciente de fato foi encaminhada nesta terça-feira (17) pelo posto de saúde para Quixeramobim apresentando "sintomas de infecção de vias aéreas". O secretário, entretanto, esclareceu que não se trata de um caso suspeito e que há motivo algum para especulações de se trate de um caso “suspeito” e que a paciente foi encaminhada para porque todo caso de infecção grave é encaminhado para hospitais com mais estrutura. "Ela foi encaminhada para Quixeramobim porque é procedimento encaminharmos casos graves para hospitais de referências e esse foi o motivo do encaminhamento. Mas quando a paciente chegou no posto do saúde já vimos não se tratava de um caso suspeito de coronavírus e sim apenas de uma infecção de vias aéreas", disse o secretário.

Há critérios para declarar uma suspeita com coronavírus e isso foi seguido pelo posto de saúde do distrito conforme explicou o secretário. “Para você declarar uma pessoa com suspeita do vírus é preciso seguir alguns critérios. A paciente que foi encaminhada hoje não se enquadra em quadro suspeito porque ela não teve contato com pessoa contaminada ou suspeita de está contaminada. Ter contato com pessoas contaminas ou suspeitas de ter o virus é um dos critérios”, disse o secretário. Segundo o secretário, a paciente é uma pessoa idosa e hipertensa. A paciente também teria um histórico de doença infectocontagiosa. “Ela foi encaminhada devido ao seu problema de saúde e não devido ser suspeita de coronavírus. Foi encaminhada para melhor elucidação do quatro e avaliar o prognóstico em um hospítal de referência como é procedimento em Itatira. Portanto não se trata de um caso suspeito e não há motivo algum para especulações”, disse o secretário.