Amor & Sexo SEXO NO MATO

Hábito de alguns moradores de Itatira de fazer sexo no mato pode ser arriscado

Um morador de uma comunidade próxima ao distrito de Lagoa do Mato conta que a noite a prática de sexo em uma estrada da localidade virou rotina.

13/04/2020 15h03 Atualizada há 2 meses
Por: Itatira NEWS

Uma pratica muito comum entre alguns moradores de Itatira de fazer sexo no mato pode trazer risco aos praticantes. Com as chuvas, muitos animais como escorpiões e até cobras saem dos seus esconderijos e podem atacar os moradores. Nos meses mais quentes e chuvosos é comum aparecerem mais formigas, baratas, ratos e escorpiões, já que se reproduzem mais e procuram comida. Um morador de uma comunidade próxima ao distrito de Lagoa do Mato conta que a noite a prática de sexo em uma estrada da localidade virou rotina. “Quase toda noite tem carro ali debaixo daquela arvore”, diz. O morador conta que além da grande quantidade de formigas que existem debaixo da arvore já foram vistos varios escorpiões no local.

Mesmo assim, apesar dos riscos, o morador conta que a movimentação de carros e motos é constante principalmente a noite quando muitos habitantes da comunidade estão dormindo. "Sempre vejo passar carro e moto. Eles ficam debaixo da arvore por 30 ou ate 40 minutos. Depois sai. Ai mais depois chega outro", conta o morador que já flagrou uma cena inusitada a noite quando vinha com sua moto. “Vinha de moto a noite e o farol da moto iluminou o local e vi um casal nu fora do carro. Acho que não tiveram tempo de vestir a roupa e entrar para dentro do automóvel novamente”, diz.

Além das estradas e matas do município, alguns itatirenses preferem praticar sexo em açudes e na beira de rios ou riachos do município. Muitos, além de tomarem banho nos açudes, aproveitam o momento para praticarem sexo nestes locais. “Ali na beira daquele açude so o que tem é camisinha”, diz um morador. “As vezes a gente ver os carros la no açude. Ai depois que sai um, meia hora depois já tem outros la dinovo”, diz uma senhora que mora próximo a outro açude na região e que costuma ver grande movimentação de carros e motos no local principalmente a noite.

Um terreno baldio próximo ao distrito de Lagoa do Mato é outro local utilizado para pratica de sexo. "Já vi uma turma de cerca de 10 jovens ali no meio daquele terreno de noite", diz. Segundo ele, o local é muito procurado tanto por casais heteros como por gays. O morador alerta que no terreno, além do risco de escorpiões e cobras, existem muitas arranhas no local. A procura pelo sexo em matas é maior quando acontecem festas ou eventos com som automotivo em bares. “Quando tem festa ali naquele bar é um entra e sai de gente aqui nestas veredas que quero que veja. E pra cá não tem nada so mato”, diz um senhor de uma comunidade próxima ao distrito de Lagoa do Mato. O morador alerta que o principal risco dos praticantes é a existência de touros, já que o local utilizado para pratica de sexo fica próximo a um curral.