Ceará R$ 6 MIL REAIS

Policiais são presos em flagrante quando praticavam extorsão a trabalhadores

Para não prender os trabalhadores, os militares passaram a chantagear as vitimas exigindo dinheiro.

17/05/2020 06h50 Atualizada há 1 semana
Por: Itatira NEWS

Três policiais foram presos em Fortaleza nesta sexta-feira (15) acusados de praticar extorsão contra dois trabalhadores na Capital cearense. Os militares Daniel Medeiros de Siqueira, Ítalo Thiago de Lemos Santos e Sidney do Nascimento Lopes fazem parte da Força Tática do 20º Batalhão do Cristo Redentor. Para realizar a prisão, agentes da Delegacia de Assuntos Internos da Controladora Geral dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (DAI/CGD), com o apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Coin/SSPDS) e de patrulhas do Batalhão de Comando Tático Motorizado (Cotam) montaram uma operação.

Os policiais foram presos em flagrante no momento em que recebiam dinheiro. Segundo as investigações, eles vinham há dias praticando extorsão contra dois moradores do bairro Pirambu, em Fortaleza, que trabalham consertando respiradores mecânicos utilizados em hospitais. Conforme as investigações, as vitimas teriam chegado a pagar 6 mil reais aos policiais que alegavam que os trabalhadores estariam de posse de respiradores mecânicos hospitalares roubados. Para não prender os trabalhadores, os militares passaram a chantagear as vitimas exigindo dinheiro. Os policiais foram autuados em flagrante com base no artigo 243 do Código Penal Militar, que trata do crime de extorsão.

A policia militar do Ceará informou em nota, depois da prisão dos policiais, que “não compactua com qualquer policial militar que viole a lei”. A nota também repudia o crime praticado pelos policiais contra os trabalhadores. “Atos que vão de encontro à conduta policial são repudiados e devidamente apurados por esta Corporação, ocasião em que é preservada a garantia do contraditório e ampla defesa", diz a nota.